Poucos anos após sua criação na França, o Parkour ganhou o mundo tornando-se uma prática popular. Oficialmente o Parkour surgiu em meados dos anos 80, em Lieses, França, por um grupo de amigos amantes do esporte como: David Belle, Yahn, Frederic Hnautra  e David Malgogone, que resolveram unir ao urbanismo da cidade a disciplina militar cochecida como “parcours du combattent” (o percurso do combate). Um atividade composta por métodos naturais do corpo desenvolvido pelo pai de David, Reymond  Belle.

Origem

O Parkour como conhecemos hoje foi desenvolvido na década de 1980, porém seus movimentos existem desde que a humanidade surgiu na Terra, pois a arte do Parkour nada mais é do que superar obstáculos, utilizando apenas os recursos do próprio corpo.

A inspiração veio de uma técnica desenvolvida por Georges Hébert, que no início dos anos 20 criou o Método Natural de Educação Física e que inclusive foi utilizado por soldados franceses na Guerra do Vietnã.

Objetivo

O Parkour conhecido como a arte do deslocamento, em que o praticante visa superar desafios por meio de movimentos específicos, que o levam de um lugar a outro, sem o uso qualquer outro instrumento que não o próprio corpo.

Ultrapassando fronteiras

Não demorou muito para que o Parkour se popularizasse e fosse além da bela cidade de Paris. Seu maior divulgador, um dos criadores da prática moderna do Parkour, David Belle, através de algumas matérias gravadas para a TV francesa, em 1997.

No Brasil

parkour_brasil.png

                                                                                                                       Imagem Brazil Team

A popularização pelas terras brasileiras só começou mesmo em 2004, e foi expandindo pelo país com vários praticantes começando a atividade ao mesmo tempo. No início era conhecido como Le Parkour, depois acabou se chamando apenas Parkour. Um dos precursores da prática no país é o traceurs (nome dado ao praticante) Leonardo Akira, responsável por criar o Parkour Brazil Team, primeiro site da modalidade, além de ser responsável pelo primeiro curso com treinos de Parkour.

Técnicas

Wall Run – escalar paredes;
Turn Valt – saltar e manter-se agarrando ao obstáculo;
Monkey Valt –  pular obstáculos suavemente;
Cat Leap –  escalar muros altos direto depois de um salto;
Salto de Precisão – pousar em um espaço restrito;
Tic Tac – mudar de direção com rapidez;
Rolamento – amortecer quedas;

Benefícios

As técnicas do Parkour trabalham o corpo como um todo, pois atuam com movimentos naturais do ser humano como: correr, pular, rolar, escalar e equilíbrio. Dessa forma os benefícios contemplam desde a parte física até a parte mental. Veja:

Físico

  • Melhora o Sistema Cardiorrespiratório;
  • Melhora o Sistema Musculoesquelético;
  • Noção espacial – praticante rompa padrões de movimentação;
  • Melhora o Sistema Nervoso;
  • Melhora o Sistema Neuromotor;
  • Aumenta a imunidade.

Mentais

 

  • Disciplina;
  • Conhecimento das limitações do corpo;
  • Autoconhecimento;
  • Equilíbrio;
  • Melhora a autoestima;
  • Sensação de bem-estar.

Apesar dos esforços, o Parkour ainda não possui federação regulamentada, clubes oficiais ou competições. Porém, a filosofia deste atividade consiste em valores enraizados dos princípios militares que visa tornar o praticante útil de alguma forma. O objetivo é estar preparado para suprir as próprias necessidades e estar pronto para ajudar alguém que precise, a qualquer momento.

Se seguido com disciplina, acredita-se que os benefícios sociais são tão importantes quanto os físicos.

Você também poderá gostar de Treinamento funcional: Conheças os seus benefícios.