Se você pensa que os únicos hobbies do Papai Noel são criar renas, responder cartas e distribuir presentes, você está muito enganado. Na Filadélfia, cidade americana da Pensilvânia, nos Estados Unidos, há também uma legião de Papais Noéis corredores de maratonas. E não para por aí, a cidade conta também com o Papai Noel maratonista com o melhor tempo de prova, nas de 42km, entre todos os velhinhos do mundo. 

O recorde foi batido no último dia 22 de novembro, na Maratona da Filadélfia, com um tempo de 2h54’02’’. O nome do campeão é Brian Lang, de 29 anos, que já havia participado de algumas provas destinadas apenas aos Papais Noéis. Sim, pode parecer bizarro, mas essas provas são bem famosas em todo os Estados Unidos e reúnem velhinhos dos quatro cantos do país.

Segundo o Guinness Book, o recordista anterior era Paul Simons, que fez em 2h55m50s, a Maratona de Londres, com o traje completo do Papai Noel, tirando os sapatos. A diferença é de cerca de apenas 2 minutos entre os dois atletas. A comissão do livro dos recordes ainda está validada a marca de Brian. Conheça melhor a história do Papai Noel mais rápido do mundo:

História

papai-noel

Nos Estados Unidos, a educação nas escolas primárias é desenvolvida em paralelo com incentivos esportivos e artísticos. Foi logo aí que Brian viveu suas primeiras experiências com o atletismo. Na Universidade da Pensilvânia, virou corredor de maratonas da equipe oficial da instituição, chegando a fazer sua marca pessoal de 2h31’33’’.

Correu provas importantes, como a Maratona de Nova York de 2010, onde conquistou um 70° lugar. Mas seu despertar para o universo natalino se deu apenas em 2011, quando viu no segmento uma oportunidade para elevar a sua carreira e se destacar mundialmente.

Naquele mesmo ano, Brian comprou uma fantasia de Papai Noel, daquelas tradicionais mesmo. Adicionou um par de tênis de corrida e passou a treinar pelos quarteirões próximos da sua casa vestido com aquela roupa, pois era preciso se adaptar aos incômodos que uma fantasia promove, ainda mais quando se adiciona uma pitada de calor e suor.

A sua primeira disputa foi a Corrida de Papais Noéis da Filadélfia – evento que acontece também em Atlantic City, Chicago, Nova Orleans e Baton Rouge. Entretanto, sua vida acadêmica exigiu que, em 2014, desse uma pausa das corridas para conquistar o MBA que tanto desejava.

Voltou apenas no início deste ano, já participando da Rock ’n’ Roll Philadelphia Half Marathon, no estilo meia maratona. O resultado foi surpreendente e lhe deu gás para perseguir o novo recorde. Na Maratona da Filadélfia estava confiante, decidiu também investir em uma campanha de arrecadação de dinheiro para a instituição Mighty Writers, de incentivo a leitura e escrita para crianças.

Deu tudo tão certo que, depois de um ano de treinamento pesado, o recorde apareceu e Brian Lang virou o Papai Noel mais rápido do Mundo.

Gostou dessa história? Leia também: Corrida das cores – saúde e entretenimento.