Alguma vez você se alimentou antes de sair para correr e sentiu o estômago pesar ou aquela sensação de fome bateu muito rápido? É porque a escolha do que comer, quando se é um atleta, faz grande diferença no rendimento. Prova disso é a presença constante de nutricionistas em equipes esportivas, controlando os cardápios para dietas balanceadas.

Esse controle do que comer e no que o alimento vai beneficiar o seu corpo é uma prática bastante importante para todo ser humano, mais ainda para aqueles que levam a atividade física, como a corrida e o ciclismo, como um estilo de vida. Por esse motivo, a Cardiomed fez uma lista com 5 alimentos que ajudam a otimizar os resultados de corredores. Confira: 

1- Massas

As massas são as principais fontes de carboidratos, consequentemente, grandes fornecedoras de energia para o atleta. Entretanto, devem ser ingeridas com moderação e, de preferência, seguindo um cardápio nutricional. Outra forma de otimizar o consumo de massas é preferir as integrais, que contêm fibras.

Entretanto, no dia de competição, evite as com fibras para não correr o risco de sentir desconfortos intestinais.

2- Peixes com ômega-3

A ômega-3 é um tipo de gordura insaturada que cria uma camada de proteção ao coração. Peixes como a sardinha, salmão e anchova contam com essa substância e contribuem no processo de recuperação dos treinos. Escolha as opções assadas, cozidas e grelhadas.

3- Batata Doce

Alimento repleto de vitamina C, E e B6, que trabalha na circulação sanguínea e no metabolismo proteico. Além disso, é uma das melhores opções para se obter Potássio e evitar a retenção de líquido. Ela é bastante recomendada como lanche para se comer no decorrer de provas de longo percurso.

4- Ovo

O ovo é poderoso em questão de saúde alimentar: ele oferece 10% da necessidade diária de proteína e aminoácido, assim como fornece mais de 30% do que o corpo precisa de vitamina K para a formação óssea.

5- Banana

A banana é o alimento da lista que tem o sabor mais apreciado, além de ser barato e de fácil porte. Os benefícios são a quantidade de potássio e carboidratos, que ajudam a dar aquela sensação de energia. Pode ser consumida tanto antes quanto depois do treino.

Confira, ainda, uma tabela alimentar que pode ser levada em consideração na hora de preparar seu prato:

shutterstock_15122764

Você incluiria outro alimento nessa lista? Compartilhe conosco nos comentários.