Um dos grandes inimigos dos atletas é sem dúvida a fadiga que além do cansaço e a indisposição, pode causar até lesões musculares.Geralmente ocorre com iniciantes em corridas leves ou longas, logo após o início do treino. Mas você não precisa sofrer sempre com a fadiga, alguns métodos podem evitá-la, veja quais são:

 

 

O que é fadiga?

Antes de falarmos de como evitar, é preciso saber o que de fato é e como ocorre a fadiga em nosso corpo. Podemos chamar de fadiga muscular a incapacidade de execução de uma atividade física e o déficit na manutenção da tensão muscular. Isso ocorre quando uma pessoa realiza um esforço muscular muito intenso. Quando isso acontece é normal que a pessoa sinta dores na região do corpo que foi mais exigida durante a atividade, além do cansaço.

O que causa esse efeito?

Quando o corpo está exposto à uma atividade muscular intensa, os músculos estriados esqueléticos precisam de muito mais energia. Essa energia é obtida de duas formas: queima de alimento com o uso de gás oxigênio e queima de alimento sem utilização de oxigênio. Essa fermentação que ocorre no músculo é chamada fermentação láctica, pois gera ácido láctico como produto final.

Segundo especialistas, a fadiga é causada pela falta de vitaminas do complexo B, as que mais interferem no rendimento são as B3 e B2, podendo ser encontradas em grãos integrais e legumes. A vitamina B12 também é importante e pode ser encontrada na carne vermelha, leite e derivados.

 

Como evitar

Para evitar a fadiga e não abandonar o treino pela metade, você pode aderir a alguns hábitos:

imagem reprodução

Imagem Reprodução

  • Alimentação: consuma alimentos como massas, carnes, frutas e verduras;

  • Hidratação: manter o organismo hidratado é fundamental, tanto antes, durante e após o treino;

  • Alongue-se: faça uma seção com 15 a 25 segundos em cada posição antes e depois de cada atividade;

  • Faça treinos regenerativos: após o exercício você pode continuar com uma atividade mais leve, como um pequeno trote em volta da quadra, isso ajudará o corpo a se recuperar e se preparar para outro treino mais pesado.

Uma das dicas mais importantes para evitar a fadiga é; respeite os limites do seu próprio corpo, ou seja, dormir bem, alimentar-se corretamente e treinar de acordo com as suas condições físicas é fundamental para manter o rendimento.

 

Aviso importante

Quando a fadiga não passa, o mais indicado é que você reveja o seu treinamento e até mesmo os seus hábitos de vida. Embora não apresente grandes riscos à saúde, ela pode aumentar os riscos de lesão, diminuir a energia para executar tarefas do dia a dia e deixar o corpo desprotegido contra doenças.

Você poderá gostar também de 7 dicas para fugir do sedentarismo dentro do trabalho.