Em um país agraciado por tantas belezas naturais e ainda por cima tropical, já era de se esperar que o verão é a estação mais aguardada do ano. E nada melhor do que aproveitar o clima de calor dentro d’água. Pensando nisso, nós fizemos uma lista de 5 esportes aquáticos para você curtir ainda mais o verão.

 

 

 

 

 

 

 

 

1.      Surfe

surfe

O primeiro da lista é, sem dúvida, um dos mais conhecidos entre os esportes aquáticos. Apesar da origem polinésia e peruana, o Surf se espalhou pelo mundo tornando-se o mais praticado dos esportes radicais. No Brasil, também costuma atrair um grande número de praticantes, tanto profissionais quanto amadores.

Equipamentos – a prática do surfe exige apenas três equipamentos: a Prancha, a Parafina e o Ieash (corda que une o surfista a prancha).

O leash, geralmente fica preso no calcanhar do surfista para evitar que ele perca a prancha. A parafina tem como objetivo segurar os pés do surfista durante a onda, evitando que ele escorregue da prancha.

Como escolher a prancha certa?

Um bom desempenho nas ondas depende também de uma boa prancha. Existem diversos modelos e tamanhos disponíveis, além disso cada surfista irá encontrar aquela se adapta mais ao seu estilo.

O tamanho da prancha está diretamente relacionado à altura do surfista e ao tamanho da onda. Para quem está começando, recomenda-se usar uma prancha de duas polegadas. Por exemplo, um surfista de 1,70 de altura e 75 kg em média a prancha será de 6’2’’ .

Conversão: 1 polegada = 2,54 cm.

Manobras

As principais manobras são: Tubo, Aéreo, Cavada, CultBack, Rasgada e Floater.

 

2.      Bodyboard

bodyboard

Da mesma família do surfe, o bodyboard vem ganhando mais adeptos a cada dia. Utilizando uma prancha menor e mais flexível que a do surfe, também proporciona ao atleta fazer manobras radicais e muita adrenalina.

O Brasil se encantou pelo esporte logo no fim da década de 1970, sendo, hoje em dia, uma das potências do esporte com diversos campeões mundiais.

 

 

Equipamentos

Assim como no surfe, a prancha é o equipamento mais importante, sendo o instrumento que de ligação do atleta ao mar. Além dela, nadadeiras e pé de pato também são necessários, pois auxiliam o atleta, dando força na hora de entrar nas ondas.

Manobras

As principais manobras são: Backflip, 360°, Tubo, Drop, CutBack e 360°Aéreo.

 

3.      Wakeboard

wakeboard

Como uma alternativa aos dias sem ondas surge o Wakeboard – quando os surfistas usaram suas pranchas de surfe sendo puxadas por barcos. De lá pra cá, o esporte evoluiu e é hoje o esporte aquático que mais cresce no mundo.

Acessível a praticamente todas as idades, o esporte é praticado sobre uma prancha em que a pessoa é rebocada por um barco, com o auxílio de um cabo e um manete. Assim, o surfista aproveita as duas ondas deixadas pelo barco, as manobras podem ser executadas enquanto o atleta é puxado.

Equipamentos

Para andar de Wakeboard você vai precisar de uma lancha (óbvio) Mas vamos lá. Os equipamentos são: prancha com botas, colete salva-vidas, cabo e manete – ou handle.

Locais para praticar

Diferentemente do Surfe e do Bodyboard, que podem ser praticados em praias, o ideal para o Wake são lugares como represas, lagos e canais, locais que a superfície é mais lisa e com menor incidência de vento.

Manobras

As principais manobras são: Manobra Wrapped, Pouso Blind ou Wrapped, Backlip, Lipslide, Salto One Wake e Ollie ou Bunny Hop.

 

4.      Rafting

rafting

Um esporte aquático coletivo que pode ser praticado entre amigos e até com a família. Misturando aventura e diversão, o Rafting não só fará bem para o corpo e mente, mas também estimula o espírito de equipe e companheirismo.

Com vários níveis de dificuldade, pode ser praticado por qualquer pessoa, sendo possível escolher qual grau do desafio é mais adequado para si.

O esporte é praticado da seguinte forma: os atletas devem descer rios com corredeiras em botes infláveis. Um condutor deverá coordenar a equipe que rema durante nas corredeiras, acompanhando de fora.

Equipamentos

Os principais equipamentos são sem dúvida o bote e os remos. Existem vários modelos disponíveis, com características diferentes, escolha aquele que estiver de acordo com os objetivos do grupo e com o tipo de corredeira.

Além disso, os itens de segurança são indispensáveis, como capacetes com regulagem interna e coletes salva-vidas de alta flutuação.

Manobras

As principais manobras são:

Esquerda de ré – o bote vai para a esquerda, quem estiver à esquerda rema de ré e quem estiver do lado direito rema para frente.

Direita de ré –  o bote vai para a direita e quem estiver à esquerda rema para frente e quem está do lado direito rema à ré.

Piso – Todos devem se sentar no chão do bote e segurar a corda que passa na borda do bote. Mais usado em grandes quedas.

 

 

Agora é só preparar a mochila e pôr o pé na estrada!

 

Você também poderá gostar de 5 Dicas para correr no calor.