Exercícios para fazer em casa

Muitas pessoas por falta de tempo deixam de realizar exercícios, mas isso não é desculpa, existem uma série de atividades que podem ser feitas dentro da sua própria casa e que dão resultados muito positivos, confira nesse post:

Por que é importante fazer exercícios?

Cuidar da saúde deveria ser um dos fatores mais importante na vida das pessoas, o que muitas vezes não acontece. Uma alimentação ruim junto da falta de exercícios físicos pode resultar em doenças graves. O Ideal é ter uma rotina cheia de hábitos saudáveis, fortalecendo o corpo e a mente.

A prática diária de qualquer tipo de atividades física traz inúmeros benefícios a diversas áreas do corpo, afetando diretamente o sistema imunológico, cardiovascular, respiratório e muitos outros. Não somente a parte estética e física, treinos regulares fazem bem ao psicológico do ser-humano, ajudando a combater doenças como ansiedade e depressão.

Benefícios que os exercícios físicos trazem

É possível listar uma série de benefícios que a prática regular de atividades traz. Não importa a idade, é importante estar atento as vantagens de se ter uma vida saudável:

Combate a obesidade: A obesidade é um grande problema que afeta milhares de pessoas, causando distúrbios e auxiliando no desenvolvimento de doenças como diabetes, hipertensão, apneia e depressão. Sem dúvidas, o melhor combatente da obesidade é a prática de atividades físicas alinhada a uma boa alimentação.

Melhora do sono: Os exercícios ajudam a evitar problemas como sono perturbado causado por stress, ansiedade e até mesmo apneia do sono. Isso se dá por conta da liberação de endorfina, a enzima responsável pelo sentimento de bem-estar. Realizar atividades físicas gasta energia do corpo, consequentemente, causa a necessidade de descanso, proporcionando noites tranquilas de sono

Depressão e ansiedade: As substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar, endorfina e serotonina, são liberadas com estímulos físicos. A prática de atividades é um grande auxiliar na luta contra a depressão e ansiedade, justamente por liberar estas substâncias. O processo ocorre durante e após a realização dos exercícios, melhorando a rotina e tornando a mente mais tranquila e saudável.

Colesterol ruim: Existem dois tipos de colesterol, o LDL e o HDL, sendo o primeiro ruim e o segundo bom. Enquanto se prática exercícios físicos, o corpo aumenta a circulação do sangue, reduzindo as gorduras, triglicérides e o LDL nas paredes das artérias. O fato do colesterol ser eliminado ajuda a prevenir doenças cardiovasculares.

Resistência óssea e muscular: Praticando exercícios diariamente, você está aumentando a sua resistência corporal e óssea, melhorando a sua disposição para realizar tarefas do dia a dia e reduzindo os riscos de desenvolver doenças como osteoporose. Os músculos e ossos do corpo precisam ser exercitados, quanto menos os utilizamos, menos eficientes eles ficam.

Atividades para se realizar em casa

A falta de tempo para ir à academia ou praticar esportes não deve ser motivo para não realizar atividades físicas, existem diversas possiblidades para fazer em casa sem a necessidade de muitas ferramentas e recursos, basta ter muita disposição:

Alongamento

Antes e depois do treino, é fundamental que você realize o alongamento. Antes do exercício para evitar lesões e depois para que o corpo relaxe e diminua a tensão.

Pular corda

Com uma simples corda, você pode eliminar até 180 calorias em 15 minutos, além de fortalecer os músculos da coxa e panturrilha. Utilize uma roupa confortável e mantenha sempre o corpo reto para evitar danos na sua postura. Pule com as pernas estendidas e termine com os joelhos dobrados.

Flexão de braço:

As flexões de braço fortalecem os ombros, peito e braços. Se você não está habituado a exercícios físicos, comece com séries pequenas e vá aumentando. Os braços devem estar alinhados com o peitoral para que os resultados sejam eficientes. É importante sempre deixar o tronco firme.

Fazer barra

Você pode comprar uma barra para fixar na porta, possibilitando o exercício em casa sem a necessidade de ter que ir até parques ou academias. A barra permite exercitar diversas áreas do corpo, como costas bíceps e abdômen. Vale a pena gastar um pouco de dinheiro para ter uma ferramenta que proporcionará melhoras a sua saúde.

Exercício para tríceps

Esse exercício pode ser feito em qualquer banco, cama ou sofá. Basta você colocar as pernas para frente, apoiar os braços de forma que os dedos da mão fiquem para frente e realizar movimentos de cima para baixo, sempre descendo devagar para estimular a resistência do seu músculo.

Prancha

Mais um exercício que pode facilmente ser realizado em casa. Em um posicionamento semelhante ao da flexão, posicione o rosto voltado para o chão, posicione o tronco e mantenha os pés e antebraços em contato com o chão, forçando o abdômen. É um exercício que exige muita resistência física, realize-o até o seu limite.

Agachamento

Posicione os braços para frente, e se agache, realize movimentos para cima e para baixo, tente não perder o equilíbrio. É uma atividade extremamente prática e funcional para exercitar os membros inferiores.

Cuide da sua saúde

Exercícios físicos são fundamentais para uma vida saudável, não deixe a falta de tempo afetar a sua saúde. Siga as dicas deste post e pratique os exercícios em casa, você verá que se sentirá muito melhor e disposto no seu dia-a-dia.

Como melhorar e corrigir a postura

Com o dia a dia corrido e cheio de afazeres, vamos nos esquecendo de muitos pontos da nossa saúde e bem-estar que podem fazer uma diferença enorme no futuro.

Um desses pontos é exatamente a nossa postura, tão negligenciada e esquecida por muitos, mas que, quando bem cuidada, traz benefícios enormes para um envelhecimento saudável e menos problemático, ainda mais nesse momento, onde as dores costumam aparecer com mais facilidade.

Por isso, acompanhe nossas dicas para melhorar sua postura a partir de já e não permitir que nada atrapalhe seu conforto e a saúde do seu corpo no futuro.

Sua posição

Seja para caminhar, correr, sentar, deitar ou até mesmo se abaixar, seu corpo possui uma posição correta que favorece a saúde do seu corpo e não prejudica suas costas.

Comece a se monitorar em cada uma dessas ações e ajustar sua posição para manter a coluna reta e sem esforços inadequados.

Pode parecer um discurso clichê, mas são essas pequenas ações de manutenção da postura que farão com que a saúde do seu corpo se torne um hábito.

Só você, tornando o cuidado com a postura parte da sua rotina poderá melhorar a postura definitivamente e viver com mais conforto e bem-estar.

Confira nossas dicas para levar para seu dia a dia e não se esquecer da saúde da coluna nunca mais:

Dicas para se sentar

  • Evite cruzar suas pernas. Apoie os pés completamente no chão;
  • Apoie completamente suas costas no encosto da cadeira, do sofá ou de onde estiver sentado. Caso ele não exista, mantenha a coluna reta;
  • Se sua rotina obriga você a ficar muito tempo sentado, procure encontrar outras posições para o seu corpo. Levante-se e estique-se regularmente;
  • Ao dirigir, repouse sua cabeça no assento junto ao banco e evite ter que esticar demais seus braços para chegar ao volante e suas pernas para ter acesso aos pedais;
  • Ajuste sua cabeça para não ficar abaixada demais. Para ajustar a visão use os olhos, não a cabeça;
  • Evite sentar-se com carteira ou outros objetos no seu bolso de trás.

Dicas para caminhar

  • Mantenha o corpo ereto sem forçar a coluna. Procure pela posição mais reta e relaxada possível, ao mesmo tempo;
  • Pratique a postura correta em uma parede, encostando calcanhares, bumbum, costas e cabeça. No começo, pode incomodar, mas o hábito vai fazer você se sentir melhor em relação à posição corporal;
  • Mulheres devem evitar o uso excessivo de sapatos muito altos ou muito rasos. O ideal é que a elevação possua entre 2 a 5 centímetros;
  • Seus ombros devem ficar alinhados em uma mesma altura. Evite fazer com que essa linha esteja desequilibrada;
  • Para caminhar, mantenha sempre sua cabeça reta. Para ajustar a visão para cima ou para baixo, use os olhos, não a cabeça;
  • Sempre concentre seu peso nas panturrilhas.

Dicas para se deitar

  • A melhor posição para dormir é a de barriga para cima, que mantém a coluna reta na cama;
  • Evite dormir em lugares que não oferecem conforto para sua coluna, como carros, ônibus e sofás pequenos, por exemplo;
  • Se preferir dormir de lado, coloque uma almofada entre as pernas para melhorar a posição.

Dicas para se abaixar

  • Equilibre sua carga nas mãos;
  • Aproxime a carga para perto do peito. Isso evita que o trabalho seja realizado excessivamente pelas costas;
  • Ao se abaixar, dobre os joelhos e não sua cintura.

Outras dicas

  • Faça exercícios físicos regularmente;
  • Durante o dia, é comum a realização repetitiva de atividades. Alongue-se para evitar as chamadas LERs (lesões por esforço repetitivo);
  • Crie uma relação próxima com o seu médico e relate qualquer tipo de problemas com sua coluna ou postura;
  • Pratique esportes e considere começar uma atividade como o pilates, o ballet e o yoga, por exemplo

Benefícios

Agora que você sabe como pode melhorar sua postura, que tal ficar atento aos seus benefícios também?

  • Melhora o funcionamento dos órgãos como o fígado, coração e pulmões;
  • Melhora a autoestima;
  • Diminui o risco de problemas musculares e ortopédicos;
  • Evita a falta de sono e disposição;
  • Evita deformações na coluna vertebral;
  • Melhora a respiração.

 

Você deseja viver com mais bem-estar e saúde? Conte com os produtos da Cardiomed e viva melhor!

 

Como prevenir as varizes

Nossas pernas precisam de atenção. O fato delas se tornarem nossas melhores amigas durante a vida, seja na rotina diária, durante uma caminhada ou na prática de um esporte, só nos faz ver ainda mais a necessidade que existe em cuidar delas.

O cuidado remete à prevenção. Então é preciso estar atento a todos os males que possam acometer nossas pernas. Um dos males mais conhecidos são as varizes, também chamadas de veias doentes, que podem surgir em qualquer pessoa que não se cuida. Então, saiba agora como se prevenir.

As varizes: o que são?

Antes de descobrir como fugir desse mal, é muito importante entender o que é e como é causado. As varizes são caracterizadas por um acúmulo de sangue no vaso, que se dilata e deforma, formando globos empelotados na perna.

Isso acontece quando, por algum motivo, o sangue que chega até as pernas não consegue voltar para o coração, ficando “travado”.

Os motivos que podem ocasionar as tão temidas varizes podem estar relacionados a pessoas que ficam paradas por muito tempo na mesma posição, ou seja, pessoas sedentárias, a fatores genéticos, por estar acima do peso, na gravidez, fumantes e até mesmo por causa de anticoncepcionais ou reposição hormonal, por exemplo.

As varizes ocorrem nas mulheres em torno de cinco vezes mais do que nos homens, o que deve tornar o cuidado e a prevenção ainda maiores para elas.

Por que as varizes incomodam tanto?

É preciso se prevenir das varizes por dois motivos: o estético e o da saúde.

Primeiro, porque a coloração e o aspecto das varizes, caracterizada por pequenos vasos vermelhos na fase inicial e vasos ainda mais dilatados e com coloração azulada nos casos mais avançados, não são agradáveis para nenhuma pessoa.

O fator saúde entra na questão de que as varizes podem inchar a perna e trazer sensação de desconforto e cansaço nas pernas, ou seja, por meio desse impedimento, elas podem se tornar o início de outros problemas.

Como posso me prevenir?

A prevenção passa por pequenas ações que podem ajudar a impedir o avanço das varizes nas pernas. Pessoas com o fator genético, que tenham histórico do problema na família e demais grupos de risco devem começar com o cuidado antecipado.

Uma das formas de se prevenir é evitar que outros fatores que aumentam a chance de se ter varizes aconteçam, como é o caso do excesso de peso, do tabagismo, do sedentarismo e do uso de sapatos e tênis desconfortáveis.

Tanto o excesso de peso, como o fato de uma pessoa ficar por muito tempo em uma mesma posição são riscos que podem agravar as chances de se ter varizes. Como forma a evitar este problema, é indicado que a pessoa mude sua rotina, tentando se movimentar ao máximo, principalmente na área da panturrilha que, quando contraída, ajuda o sangue a circular.

Praticar esportes é, também, uma ótima forma de evitar as varizes. Com a movimentação contínua e forçada dos membros do corpo, não há dificuldade de circulação do sangue, sem contar que, a prática de exercícios físicos vai além da prevenção das varizes, melhorando muitos outros âmbitos da saúde de qualquer pessoa.

Outra maneira de se prevenir é o uso de meias de compressão, que ativam a circulação e facilitam a irrigação do sangue na perna, que pode voltar ao coração com mais facilidade. Porém, é importante pedir a ajuda de um médico para escolher a melhor delas para você.

As mulheres acima dos 30 anos precisam de cuidado redobrado, especialmente com os anticoncepcionais, que colaboram com a aparição indesejada de varizes. Eles contêm estrogênio e progesterona, hormônios responsáveis por dilatar as veias e dificultar o fluxo sanguíneo das pernas até o coração. Com isso, é interessante notar a necessidade dobrada de evitar outros fatores que ocasionam o problema e praticar exercícios físicos.

 

Já tenho varizes. O que eu faço?

Procure a ajuda de um médico para encontrar a melhor forma de tratamento para o problema das varizes e a que mais se encaixa ao seu perfil.

Entre os tratamentos disponíveis, estão as próprias meias de compressão (que apenas diminuem o inchaço e a sensação de cansaço nas pernas), os exercícios físicos (que ajudam na prevenção do avanço do problema e de outros mais graves) e outros métodos, como o cirúrgico, onde as varizes são retiradas.

Outras formas de retirada não cirúrgicas são aplicações de laser ou de medicamentos no interior dos vasos dilatados, mas só são indicados nas fases iniciais. Para as fases mais avançadas, apenas o método cirúrgico pode tratar o problema.

Título Meditação e relaxamento, técnicas para equilibrar corpo e mente

A rotina é cansativa, corrida e exige muito do corpo. Acordar cedo e dormir tarde, dificilmente permite que sobre tempo entre as tarefas, o que exige disposição física e preparo além de um corpo sadio. Não importa se os exames estão bons, se as taxas de colesterol, triglicerídeos e glicose estão em valores aceitáveis e você até está fazendo caminhadas três vezes por semana ou se dispõe a praticar atividades físicas mais intensas, a mente também precisa de cuidados.

Mesmo que os exercícios físicos sejam ótimas válvulas de escape mentais, além de todos os benefícios corporais, cada vez mais o yoga, a meditação e o relaxamento têm emergindo como uma alternativa para aliviar o estresse, fugir da pressão das atividades diárias e aproximar corpo e mente sãos.

Mais do que proporcionar alguns minutos ou sessões semanais de silêncio e uma postura, muitas vezes não tão confortável, a meditação tem a proposta de alinhar a mente com um equilíbrio interior. Cada atividade foca em diferentes conceitos e trabalhos corporais, mas em geral a meditação e o relaxamento envolvem a prática da respiração consciente, a plena percepção corporal e o desligamento de fatores externos, como problemas, bagunça em casa ou o carro no mecânico.

A meditação é, assim como todo exercício físico, um processo de evolução e aperfeiçoamento que necessita de constância e dedicação. Mas, independente se você deseja alcançar o nirvana ou se apenas precisa relaxar e oferecer melhor relação entre o seu corpo físico e estado mental, o relaxamento e a meditação podem ser as melhores opções para diminuir o ritmo.

 

Relaxamento

Seja antes de dormir, no meio do dia ou durante uma crise de ansiedade, o relaxamento pode ser ideal para controlar o estado mental, reduzir o ritmo corporal e preparar seu corpo para entrar num estado mais perceptivo.

Antes de dormir, o relaxamento proporciona uma respiração mais equilibrada, desapego dos impactos do dia, equilíbrio e restauração dos fluxos sanguíneo e cardíaco, além de proporcionar uma noite bem mais agradável, com um sono mais estável e frequente. E os benefícios não refletem apenas à noite, pois dormir bem significa acordar mais disposto e preparado física e mentalmente para lidar com o outro dia.

meditacao-e-relaxamento

Para isso, é importante estar atento a alguns detalhes como local, conforto e bem-estar.

  1. Apague as luzes e evite celulares e televisões ligadas. Isso dispersa sua atenção, prejudica o sono e desestimula a melatonina, hormônio secretado pelo corpo. A escuridão é associada à hora de dormir, onde o corpo tende a relaxar e os níveis de melatonina são mais elevados. Manter luzes, celulares, ou televisões acesas interfere na produção hormonal e dificulta o relaxamento do corpo.
  2. Barulhos também interferem no sono, já que nos minutos iniciais o nosso cérebro ainda está sonolento ou em sono leve, podendo ser facilmente despertado. Ainda que muita gente goste do barulho da chuva acompanhando o sono, barulhos irregulares, altos demais ou que atraiam a atenção são bastante desfavoráveis a uma noite tranquila e um adormecer gradual.
  3. Temperatura inadequada também é um grande empecilho na hora de dormir bem. Muito calor deixa o corpo agitado, além de interferir na pressão sanguínea. Já temperaturas frias demais obrigam o corpo a aumentar a circulação sanguínea para elevar ou manter o calor corporal, prejudicando no relaxamento muscular.
  4. Má digestão, excesso de cafeína ou comidas estimulantes, álcool e exageros gastronômicos próximos à hora de dormir interferem no sono. Quando o problema é a comida muito calórica, pesada ou indigesta, o corpo volta as atenções para a digestão, dificultando o relaxamento, além de causar desconforto estomacal. Por isso, próximo à hora de dormir, prefira alimentos mais leves, de fácil digestão e calmantes, como chás.

 

Seja na cama ou naquela pausa de meia horinha no seu dia, praticar um relaxamento pode ser simples e bastante eficaz. Com alguns passos simples, você encontra um local sossegado e favorável para acalmar a mente, diminuir a ansiedade e terminar bem o seu dia.

Sente-se confortavelmente ou, de preferência, deite-se de barriga para cima. Afaste um pouco as mãos e pés do tronco se estiver deitado ou, se estiver sentado, mantenha a coluna reta, os pés cruzados naquela famosa posição de lótus e as mãos repousadas nas coxas. Essas posições favorecem a respiração e garantem uma boa postura.

meditacao

A respiração é um dos principais pontos da meditação ou relaxamento, por isso ela deve ser o centro da sua atenção. De preferência feche os olhos, inspire pelo nariz, prenda a respiração e, pela boca, solte o ar com suavidade. Apesar de parecer incialmente difícil concentrar-se quando o objetivo é esvaziar a mente, a respiração passa a ser um processo intuitivo e relaxante, onde fica cada vez mais simples manter o ritmo.

Algumas técnicas sugerem você relaxar isoladamente cada parte do seu corpo. Iniciando na cabeça, pescoço, braços, tórax, pernas e pés, atenha-se em perceber e relaxar seus músculos, sempre mantendo a respiração.

Ambientes com música calma e ambiental, barulhos de natureza, chuva ou cachoeira, podem favorecer o relaxamento, mas o ideal é sempre encontrar o ponto que mais favorece a sua conexão corpo e mente.

Meditação

A meditação envolve muitos dos princípios do relaxamento, porém é uma técnica que trabalha seus níveis mais profundos. A meditação comprovadamente reduz os níveis de stress, logo que favorece a produção de óxido nítrico, substância que atua como um antídoto do cortisol, hormônio do estresse. Também auxilia na produção de endorfinas, diminuindo a ansiedade, depressão, apresenta melhora na concentração e sistema imunológico, devido ao bem-estar ocasionado ao corpo.

meditacao-relaxamento-saude

Há níveis diferentes e objetivos específicos de meditação, podendo ser para relaxar e equilibrar a mente em busca de bem-estar, ou níveis mais profundos, que buscam atingir estágios de consciência e autoconhecimento. Geralmente, o segundo é indicado que seja trabalhado com profissionais ou professores, pois envolvem técnicas individuais e conhecimento profundo de direcionamento da atividade. Mas os benefícios de meditar ou relaxar englobam aspectos corporais e mentais diversos e são amplamente recomendados.

A prática frequente é uma maneira natural de trazer benefícios ao organismo e melhorar sua qualidade de vida. Aposte em relaxamento, respiração ou meditação para obter um corpo e mente mais equilibrados.

A importância de um umidificador de ar para sua casa

No inverno ou no verão, a secura do ar aumenta os problemas respiratórios, seja pela falta de chuva, ar abafado, poeira e por ficarmos muito tempo em ambientes fechados. As altas temperaturas nos fazem sofrer com o ar que não circula, pois não há vento, bem como no inverno, que para nos proteger do frio, acabamos nos fechando nos ambientes.

O umidificador é um aparelho que pode resolver esse problema de uma maneira bem simples. Ele não irá regular a temperatura, mas através do vapor consegue umidificar os ambientes, o que faz com que o ar se torne mais saudável, leve e fácil de ser respirado. Ideal para quem sofre com irritação nos olhos, alergias na pele, rinite, asma e demais doenças respiratórias, o uso do umidificador ajuda a reduzir e controlar os sintomas.

Escolha umidificadores de acordo com o ambiente que você deseja umedecer, pois cada aparelho tem suas especificações e funciona com tamanhos de áreas específicas. Há modelos que possuem um regulador de umidade, que desliga sozinho quando o ambiente está totalmente umidificado, bem como liga quando considera o ar muito seco. O conforto térmico pode ser atingido usando também um ar condicionado, pois o uso desse, não inibe o uso do umidificador.

Alguns aparelhos são silenciosos, o que facilita o uso no quarto durante a noite, sem atrapalhar o sono. Muitas pessoas possuem umidificadores por conta das crianças, pois com ele é possível minimizar gripes e resfriados, além de proporcionar um conforto térmico para os pequenos.

A névoa fina que o aparelho cria pode deixar móveis e paredes com gotículas de água, quando usado em excesso. É necessário tomar cuidado para que não ocorra mofo ou bolor nas superfícies e mobília, ou seja, usá-lo com responsabilidade e somente quando necessário.

Basta colocar a água no reservatório e liga-lo na tomada para garantir um ar mais saudável e agradável de se respirar para toda a família. A Cardiomed acredita que o bem-estar é algo que devemos buscar constantemente para todos que moram conosco e é por isso que indica o uso do umidificador em todas as residências.