Uma dieta saudável inclui alimentos de todos os grupos, ou seja, carboidratos, proteínas e gorduras. De acordo com a nova pirâmide alimentar, o que precisa ser abundante no seu cardápio são os cereais integrais e os óleos vegetais. Pães e biscoitos integrais, aveia, quinua, painço, arroz integral, cevada, dentre outros, devem estar presentes em todas as principais refeições, assim como os óleos vegetais. Azeites de oliva, linhaça, canola, ou mesmo o abacate e as oleaginosas (como castanhas e nozes) são gorduras boas, que devem fazer parte da sua dieta. Porém, são alimentos calóricos que devem ser consumidos em pequenas quantidades, mas em todas as refeições.

Vegetais, frutas, legumes e leguminosas (como o feijão e a ervilha) também devem ser abundantes e consumidos diariamente. São alimentos que contêm muitas vitaminas e minerais essenciais para a sua saúde. Além disso, assim como os cereais integrais, eles são ricos em fibras, que regulam a função intestinal e causam saciedade. As frutas também são ótimas opções para serem ingeridas entre as refeições, como lanche.

Peixe, frango e ovos são as proteínas que devem ter preferência no seu prato, em substituição às carnes vermelhas e gordurosas, que são ricas em gordura saturada. Esses alimentos são responsáveis por constituir os nossos músculos. Além disso, os leites e derivados também são fontes de proteína – e contêm cálcio, que é essencial para a saúde dos ossos.

Os doces, as bebidas alcoólicas e os carboidratos refinados, por fim, devem ser evitados ao máximo. Para auxiliar na perda de peso, existem os alimentos chamados termogênicos, que aceleram o metabolismo e favorecem a queima de gordura. Entre eles estão o gengibre, o limão, a pimenta, o chá verde e até a água gelada. Inclua-os no seu cardápio diariamente, pois os efeitos se dão a longo prazo. Além disso, beba no mínimo 2 litros de água por dia, e seja fiel aos exercícios físicos!